Amor de mãe tatuado em nós

Porque é que é tão ternurento ver um pai com o seu filho ou com a sua filha? Parece que nada nos deixa o coração mais quente do que um “homem feito” a deliciar-se com o seu petiz. E talvez seja por essa razão mesmo; por essa noção de “homem feito” a quebrar e a tornar-se maleável.

No nosso tempo de crianças, era raro ver um homem deixar-se envolver assim com os seus filhos, pelo menos em público. Agora, é vê-los nos jardins, de smartphone em riste, a apanhar os primeiros passos ao ar livre do seu filho. É vê-los a pintar unhas, a construir casas em Lego, a fazerem rabos-de-cavalo (no cabelo das filhas e no deles também!), enfim, a deixarem ser aquilo que se calhar nem em criança se deixaram ser.

Por outro lado, uma “mulher feita” a pintar as unhas à sua filha é exactamente isso: uma mãe a pintar as unhas à sua filha. A mulher, que já transporta o seu pequeno ser humano durante nove meses, já é mãe antes de o ser. Assim, com a criança cá fora, é mais do que natural todos olharem para uma mãe a ajudar a montar uma casa Lego como sendo algo “natural”. Mesmo para uma mulher que adopte, ou que esteja a tentar engravidar, a realidade é que para uma mulher o “ser” mãe vem antes do ser, “de facto”, mãe.

Assim, uma mulher a fazer um rabo-de-cavalo à sua filha acontece porque ela é “a” mãe. A sociedade já espera que ela o faça. Ao homem, cabe a doçura de o poder fazer e toda a gente elogiar e deixar-se derreter.

Mas a culpa não é deles. Nem delas. Nem da sociedade. A espectacularidade do ser humano feminino é que torna tudo tão “normal” que até o extraordinário vira banal. Afinal, numa sociedade em que a mulher tem já um papel tão marcado no meio laboral, já seria de esperar haver também uma igualdade de espanto ao acto de estar com os filhos. Mas não. Esse cabe só aos pais.

Mas já diz a tatuagem (que provavelmente esteve nos tops da década de 1970): amor de mãe. É isto. Não é preciso ser espectacular. É só preciso ser. E isso começa com o simples acto de ser mulher

Entre no clube Mini Style e seja a primeira a receber informação e descontos exclusivos.

Não mostrar esta mensagem novamente
BREVEMENTE

Entre no clube Mini Style e seja a primeira a receber informação e descontos exclusivos.