Oferecer uma mama ou as duas ao bebé?

Porque é que não podemos, nem devemos dizer a uma mãe se ela baby-21167_1280precisa de oferecer ao bebé uma ou as duas mamas em cada mamada?

  1.  Não sabemos qual é a capacidade de reserva da sua mama, ou seja o volume máximo passível de ser armazenado num dado momento e que pode variar entre 80 e 600 ml. Se for uma mãe com uma baixa capacidade de reserva, provavelmente o bebé vai querer as duas mamas e um maior número de vezes por dia, mas uma mãe com uma grande capacidade de reserva oferecerá apenas uma mama e menos vezes por dia. Também poderá haver mulheres com capacidades de reserva diferentes entre as duas mamas. A capacidade de reserva não pode ser inferida pelo tamanho das mamas, que é mais determinado pelo volume de tecido adiposo do que pelo de glândula mamária funcional.
  2. Não sabemos as necessidades nutricionais do bebé em cada momento e temos que confiar que o organismo dele lhas saiba ditar.
  3. Não sabemos o conteúdo de gordura do leite…, nem precisamos de saber. É verdade que existe apenas “um leite”, porém também é verdade que à medida que o bebé vaza mais a mama, o teor de gordura aumenta progressivamente, ou seja, o leite é tanto mais gordo quanto mais vazia se encontra a mama. Também é verdade que a ingestão maior de gordura traz uma maior sensação de saciedade. Existe alguma consequência prática para este fato? Apenas uma: enquanto o bebé se estiver a alimentar interessadamente de uma mama, não devemos mudar para a outra.
Dra. Graça Gonçalves

Pediatria

Médica Pediatra, Neurologista; Consultora Internacional de Lactação

amamentos

Entre no clube Mini Style e seja a primeira a receber informação e descontos exclusivos.

Não mostrar esta mensagem novamente
BREVEMENTE

Entre no clube Mini Style e seja a primeira a receber informação e descontos exclusivos.